Mulher empreendedora, Semana Brasil e Empresa Simples de Crédito em destaque no Projeto Transformar

Mulher empreendedora, Semana Brasil e Empresa Simples de Crédito em destaque no Projeto Transformar

Simone Fontes destacou a relevância da capacitação feminina no Encontro Transformar, realizado de maneira virtual pela OACB
As lideranças capixabas da Faciapes – Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Espírito Santo, que participaram, online, do Encontro Transformar na última quinta-feira (2), salientaram os destaques do evento: o lançamento da capacitação de lideranças femininas, a implementação da Semana Brasil para incentivar o aquecimento dos negócios do comércio e a maior divulgação das empresas simples de crédito para pequenos negócios em todo o País.

O evento, promovido pela CACB – Confederação das Associações Comerciais do Brasil, juntamente com o Sebrae nacional, teve a participação de cerca de 100 pessoas, das quais 15 eram capixabas. “Isso demonstra o interesse e o engajamento capixaba no associativismo, o que foi reconhecido pelo presidente da CACB, George Pinheiro. Agora, vamos implementar aquilo que recebemos durante o encontro”, disse o presidente da Faciapes, Arthur Avellar.

E o primeiro passo, lançado durante o encontro, foi o investimento da Faciapes na composição, instalação e manutenção do Conselho Faciapes da Mulher Empreendedora, cuja presidência foi entregue a Marlúcia Peres. Ainda este ano a Federação vai promover um  café da tarde com a vice-governador Jaqueline Moraes, que era microempreendedora antes de chegar ao segundo posto na linha de comando político do Estado.

“Temos um trabalho gigante pela frente. Apesar de a diferença de gênero ter avançado, as estatísticas nos mostram que ainda há muito a avançar. Me proponho a trabalhar buscando a igualdade e o empoderamento feminino, para que haja mais representação nos congressos, nas prefeituras e onde elas quiserem atuar. Desejo que o Conselho da Mulher Empreendedora atue de forma a inspirar de forma sustentável a educação empreendedora entre as mulheres, com projetos sociais, culturais e de fomento da economia. Vamos lutar para que as mulheres sejam o que quiserem, dona de suas vidas e independentes”, disse Marília Peres, que vai liderar esse projeto dentro da Federação.

Presente no comando da Faciapes, a diretora-secretária Simone Fontes também participou do Encontro Transformar, que viu como uma ação importante para o fortalecimento dos pequenos negócios, por meio do incentivo das Federação à suas associações comerciais para a capacitação de líderes e gestores, transformando o ambiente de trabalho. Simone também destacou a capacitação da mulher empreendedora como muito relevante.

“A mulher tem alcançado um lugar de destaque e precisa ser incentivada. Essa capacitação, lançada pela CACB, vai agregar valores para quem já está no mundo dos negócios, mas servir também como incentivo a que outras mulheres se destaquem, demonstrando seu valor e sua capacidade. A Faciapes tem um projeto dentro dessa oportunidade de incentivar, através da liderança feminina, a mediação de conflitos dentro dos negócios, tornando o ambiente mais saudável, com a possibilidade de resolver suas demandas através do aconselhamento e do diálogo, resolvendo seus próprios conflitos”, disse Simone, que coordena a Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem do Espírito Santo (CBMAES) na Faciapes.

Já o vice-presidente Luiz Ridolphi salientou dois pontos: as empresas simples de crédito, que foram apresentadas pelo presidente nacional do Sebrae, Carlos Melles, e as ações que o Governo Federal vai empreender para promover a Semana Brasil, uma versão nacional para a black Friday americana, realizada um mês antes do Natal. No caso do Brasil, o período da promoção tem relação com as comemorações do Dia da Independência e também por setembro ser um mês, tradicionalmente, de vendas mais fracas para o comércio.

“Esse encontro foi bastante interessante porque nos possibilitou atualizar em questões relevantes para micro e pequenas empresas no Brasil. Por exemplo, o presidente Carlos Melles, do Sebrae, falou da estratégia para aumentar a divulgação, difusão e conhecimento das empresas simples de crédito, que vai democratizar o crédito no País para os pequenos negócios. E, através do secretário José Ricardo da Veiga, de Comunicação, conhecemos a estratégia de divulgação da Semana Brasil pelo Governo Brasileiro, com investimetno de R$ 9 milhões. Tudo isso se soma nesse momento de esforços para a retomada da economia”, disse Ridolphi.

Quanto às Empresas Simples de Crédito (ESC), o presidente do Sebrae anunciou que já existem 858 operando no Brasil, sendo que 17 no Espírito Santo. Criadas em abril de 2020, como proposta do Ministério da Economia, as ESC preveem que pessoas físicas poderão abrir uma dessas empresas em suas cidades e emprestar dinheiro para pequenos negócios. Não há exigência de capital mínimo necessário para a abertura da empresa, mas a receita bruta anual permitida será de no máximo 4,8 milhões de reais. Outras limitações incluem ainda a impossibilidade dessas empresas de serem um banco ou de usarem o nome de instituição financeira; a criação de filiais; ou a participação de uma pessoa física em mais de uma ESC.

FACIAPES

  • Abertos: 8:00h às 18:00h

    E-mail: secretaria@faciapes.org.br

ACE/ACS

ACE-VV

ACISG

ACS-ES

ENTIDADES VINCULADAS